Rádio Monte Roraima FM

(95) 3624-4064

Notícias/Geral

Negociação de débitos é prorrogada pela Caer

Os interessados em fazer a negociação podem procurar o atendimento comercial na sede da empresa, localizada na Rua Melvin Jones, 219, São Pedro

Negociação de débitos é prorrogada pela Caer
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) prorrogou por mais 30 dias, a Campanha de Negociação de Dívidas, que tem como objetivo atender clientes que acumularam débitos durante a pandemia da Covid-19, bem como reduzir a inadimplência com a Companhia.

Do dia 1º a 22 de junho, já foram efetuadas cerca de 755 negociações por parte dos usuários, tanto na Capital como no Interior. Com os valores arrecadados a empresa planeja aumentar os investimentos no saneamento básico.

Os interessados em fazer a negociação podem procurar o atendimento comercial na sede da empresa, localizada na Rua Melvin Jones, 219, São Pedro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

As negociações também podem ser realizadas na Unidade do Pintolândia, na Rua Ver. Waldemar Gomes, n° 1848, no bairro Pintolândia, e na Casa do Cidadão, Rua Izídio Galdino da Silva, 2425, no Senador Hélio Campos, além das demais unidades da Caer nos municípios do Interior, das 7h30 às 13h30.

Cícero Batista, diretor Comercial e do Interior, explicou que durante a pandemia, a Companhia atendeu ao Decreto Governamental e a recomendação dos órgãos de saúde, e não efetuou corte no fornecimento de água por débitos adquiridos no período.

“O fornecimento de água trata-se de serviço essencial e não foi suspenso durante a pandemia. Com isso, e por diversos motivos, muitos usuários acumularam dívidas com a empresa, e causou um alto índice de endividamento, o que levou a Caer a disponibilizar a campanha de negociação com descontos especiais para o cliente sair da inadimplência e ficar em dias com a empresa”, disse o diretor.

Atualmente, a empresa registra em todo o Estado, a inadimplência de 122.340 imóveis entre residenciais, comerciais, industriais e públicos, que totalizam R$ 204.167.254,92 em dívidas.

 

Campanha

 

Todas as negociações terão isenção de 100% nos juros e multas por impontualidade.

A entrada será no mínimo de 10% do valor total do débito podendo parcelar o restante em até 60 vezes, sem juros, com parcela igual ou maior que R$ 50,00 que serão cobradas nas próximas faturas.

E a segunda forma é o pagamento no cartão de crédito, com valor mínimo da parcela de R$ 100, divididas em no máximo 12 vezes sem juros.

Além disso, os usuários também poderão efetuar o pagamento da entrada por meio da chave PIX, gerada no boleto no ato da negociação, que será disponibilizada na modalidade presencial em todas as unidades da Caer no Estado.

 

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:

Veja também

Faça seu pedido :)